Quais as expectativas para o mercado de construção civil em 2022?

Em cenário de recuperação, o setor se mantém aquecido e é uma das apostas para geração de empregos

Institucional
Publicado em:
27/4/2022
Download versão PDFAcessar link externo

2020 foi um ano difícil para todos os setores, especialmente a construção civil. De forma geral, a economia brasileira registrou queda de 1,5% no PIB naquele ano. Já o setor de construção civil, a queda foi ainda maior: 2,4%. No momento em que isso acontecia, especialistas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) alertaram que as obras de menor porte poderiam amenizar o impacto negativo que o setor sofria. 

Nestes últimos dois anos de pandemia, vivenciamos a oscilação nos preços da matéria-prima utilizada para as obras como, por exemplo, o preço do aço (que em 2021 chegou a subir 48%). Mas o pior parece ter passado: em janeiro de 2022, o Índice Nacional da Construção Civil já registra menor pressão dos custos de materiais e chega ao menor valor desde agosto de 2021. 

Mesmo neste cenário de dificuldades no setor, os anos de 2020 e 2021 foram de crescimento para Telmec, com aumento expressivo no número de obras realizadas, empregos gerados e faturamento. Somente no ano passado, entregamos 11 projetos - dez construídos do zero e uma grande reforma. Também foi em 2021 que construímos nosso maior projeto em metros quadrados de área construída: 42 mil metros quadrados em galpões para logística. 


Quais as perspectivas para a construção civil em 2022


A Fundação Getúlio Vargas, o Sindicato da Construção Civil de São Paulo e a CBIC estimam um crescimento de 2% para a cadeia de produção na construção civil brasileira neste ano. Há boas notícias para quem emprega, trabalha ou investe em construção civil. Há um aquecimento na demanda de projetos e, consequentemente, na geração de postos de trabalho. Só no Rio de Janeiro, mais de 14 mil vagas foram criadas em 2021, de acordo com a Firjan. Junto à Indústria, a construção civil teve um saldo positivo de 36 mil vagas. 


As empresas do Distrito Federal também estão nesta onda de retomada: entre dezembro de 2020 e de 2021, o setor abriu 12 mil vagas, conforme dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). O órgão avalia que a construção civil no DF se manterá em crescimento durante 2022. O Sinduscon-DF afirma que a expectativa é que neste ano, cresça o número de vagas de trabalho nesse mercado. 


Outra região do país que vê alta no setor de construção civil é a do agreste pernambucano. Economistas e engenheiros afirmam que o fluxo migratório da região impactará positivamente no setor. Só em Caruaru, o crescimento econômico do último ano foi de quase 10%. Para os especialistas, o mercado de luxo é o que mais terá boas oportunidades em 2022.


Em relação ao sul do país, a região vem ganhando espaço e anima os investidores. De acordo com a Pesquisa Anual da Indústria da Construção (PAIC), divulgada em junho de 2021 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a região superou o nordeste e está em segundo lugar, com 18% de participação no mercado brasileiro de construção civil. O faturamento de 2020 foi 88,9% maior do que no mesmo período em 2019, alcançando a marca de R$ 11,5 bilhões.


Estamos orgulhosos em fazer parte deste crescimento, principalmente por entender que ele é um forte contribuinte para o desenvolvimento e o progresso do país. 

Para a Telmec, a perspectiva é de manter (e até mesmo superar) o crescimento registrado nos últimos dois anos. Fique de olho no nosso site e mídias sociais para acompanhar os anúncios das obras que realizaremos este ano.


Sem mais imagens na postagem
Contato

Quer colocar o seu projeto em prática? A nossa equipe está pronta para te atender.

+55 61 3245 2147
comercial@telmec.com.br
EQS 114/115 Conjunto A, Bloco 3 loja 47
Edifício Casablanca | Brasília – DF
CEP 70.377-400
Whatsapp Corporativo

Preencha os campos abaixo. A sua mensagem vai direto para a caixa de entrada do nosso time de atendimento. Ao concluir o cadastro, você declara estar de acordo com a política de privacidade da Telmec.

Muito obrigado! A sua mensagem foi enviada com sucesso.
Algo deu errado. Por favor tente novamente